I Colóquio

O I Colóquio Mato-grossense de Educomunicação é organizado pela Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom) sob a responsabilidade da Diretora de Comunicação, Antonia Alves.

Durante evento será criado o Núcleo Regional da ABPEducom em Mato Grosso. São convidados para integrar o evento todos os pesquisadores e profissionais que trabalham com a interface Comunicação/Educação.

Sua realização foi possível graças ao apoio do SemiEdu 2014 que abri espaço para o Colóquio ser um dos eventos simultâneos, em seu interior.

 

Programa do Colóquio Mato-grossense de Educomunicação dentro do SemiEdu 2014

 

24 de novembro (segunda-feira)

 

SEMIEDU 2014

08:00 as 09:30 | Conferência com Eduardo Pellejero (UFRN, Brasil)
09:30 as 11:30 | Mesa Redonda 1 – Modos de ler-escrever em meio à vida
Sandra Mara Corazza – UFRGS
Julio Roberto Groppa Aquino – USP
Marilda Oliveira de Oliveira – UFSM

 

I Colóquio Mato-grossense de Educomunicação

09:30 as 11:30  –
Mesa Redonda 4 – Educomunicação, políticas públicas e ABPEducom
O conceito de Educomunicação com sua perspectiva de ampliação do espaço de cidadania dos atores sociais contribue para a produção de cultura fomentando práticas dialógicas na educação formal e informal. Esse processo se dá graças à apropriação dos recursos tecnológicos e midiáticos mediante o trabalho com metodologias participativas e postura democrática da comunicação.

Sua presença já é sentida nas políticas públicas educacionais em leis que garantem o protagonismo de alunos de redes públicas como na Secretaria de Educação de São Paulo (SME-SP) com o programa Nas Ondas do Rádio (Lei nº 13.941, de 28/12/2004) e do programa Rádio Escola Independente da Secretaria de Educação de Mato Grosso – Seduc (Lei nº 8.889/08 de 10/06/2008) – ambos nascidos dos programas “Educom.rádio” (2001-2004) e “Educomradio.centro-oeste” (2004-2008). Também está presente no Programa Mais Educação do MEC no macrocampo comunicação e uso de mídias em que os alunos produzem programas de rádio, jornal escolar, dentre outros, possibilitando a escola de tempo integral. Da mesma forma, está presente em ações do Ministério do Meio Ambiente no Programa de Educomunicação Ambiental e em ações interministeriais (Ministérios da Educação e do Meio Ambiente) como a Conferência Infanto-Juvenil sobre o Meio Ambiente, que a cada dois anos mobiliza mais de 25 mil crianças e adolescentes, em todo o país.
É nesse sentido, que a ABPEducom surge para agregar todas essas iniciativas em nível de Brasil e garantir reflexão, apoio, incentivo e sistematização da interface Comunicação/Educação.
Ismar de Oliveira Soares – ABPEducom, NCE-USP, ECA-USPPresidente da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom). Jornalista formado pela Cásper Líbero e graduado em Geografia e História. Doutor em Ciências da Comunicação (ECA/USP), pós-doutor pela Marquette University (USA). Professor Titular da ECA/USP, chefiou o Departamento de Comunicações e Artes por 8 anos. Atuou como professor do Ensino Médio, em escolas públicas e privadas nas décadas de 1970 e de 1980. No ensino superior, atuou na Universidade Metodista de São Paulo.
Fundou e coordena o NCE – Núcleo de Comunicações e Artes (USP). Coordena a Licenciatura em Educomunicação da ECA/USP. Esteve à frente da pesquisa que definiu e sistematizou, entre 1997 e 1998, o conceito da educomunicação, como um campo de intervenção social e de investigação acadêmica na interface comunicação/educação. Promoveu, a partir do ano de 2000, 18 congressos, simpósios e encontros nacionais sobre a temática. É jornalista responsável pela revista Comunicação & Educação, tendo colaborado ativamente para fundação da revista Viração. Vem colaborando, ao longo das duas últimas décadas, para que o conceito da educomunicação seja operacionalizado em níveis municipal, estadual e federal, através de políticas públicas, permitindo novas formas de gestão da comunicação nos processos educativos sejam implementadas. Para tanto, contribui para projetos como: o “Educom.TV” (2002), o “Educom.rádio”, (2001-2004) e o Curso a distância “Mídias na Educação” (2006-2012). Presidiu a UCBC – União Cristã Brasileira de Comunicação Social entre 1980 e 1986. Foi presidente da UCIP – Unión Catholique Internationale de la Presse (Genebra, Suíça) entre 2001 e 2009, articulando eventos em todos os continentes destinados à formação de jornalistas no campo da ética, da cidadania e da sustentabilidade.
Benedito Dielcio Moreira – UFMT. Graduado em Comunicação Social – Jornalismo, com Mestrado em dielcioCiências da Comunicação pela Universidade de São Paulo – USP e Doutorado em Educação pela Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade de Siegen, Alemanha – 2008. Tem experiência em comunicação, com ênfase em fundamentos das mídias, recepção das mídias, comunicação integrada, comunicação e educação, divulgação científica e metodologia de pesquisa.
É Professor do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Mato Grosso, membro do “Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte – GPEA” do grupo “Análise e Avaliação em Política e Programas de Saúde e coordenador do Grupo de Pesquisa e Extensão “Núcleo de Estudos Comunicação, Infância e Juventude – NECOIJ”. Suas pesquisas atuais discorrem sobre Comunicação, Difusão Científica, Educação e Saúde, na perspectiva da Infância e Juventude.

Maria Liete Alves Silva (Lika) UFMT

Graduada em Comunicação pela Universidade Federal da Bahia tem mestrado e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso na linha Movimentos Sociais, Política e Educação Popular. É jornalista e programadora cultural da Universidade Federal de Mato Grosso. Tem experiência na área de Comunicação, Arte, Educomunicação, Educação Ambiental, Educação a Distância e Meio Ambiente.

 

Maria de Nazaré Gonçalves Lima – Inspetoria Nossa Senhora da Paz
Coordenadora de Comunicação Social na Inspetoria Nossa Senhora da Paz (insPAZ), em Cuiabá, uma das nove sedes das Salesianas no Brasil. Participa da Equipe de Comunicação Social (EcosBrasil) das Salesianas e da Rede de Comunicação Social da Família Salesiana no Brasil (Rescom). É graduada em Letras e Pedagogia. Atua em questões sociais ligadas às crianças e adolescentes. Atualmente, é diretora da obra social Casa Pinardi em Alta Floresta-MT.

 

Mediador: Ailton Segura – UFMT

Graduado em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Casper Líbero (1979) e Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2000), atuou como correspondente do Jornal Folha de São Paulo em Sorocaba (SP) e Cuiabá (MT). Trabalhou na área de Comunicação Social no governo de Mato Grosso, participou como capacitador do Projeto Educom Rádio Centro Oeste com atuação de capacitação em Cuiabá e interior do estado.
Atualmente é professor auxiliar classe 5 padrão 1 da Universidade Federal de Mato Grosso e desenvolve o projeto do Jornal Experimental Ponto Sem – notícias.

 

SEMIEDU 2014 | 14:00 as 17:00 | Apresentação de Comunicação Oral nos Grupos de Trabalhos em salas de aula do IE, IL e ICHS
16:00 as 18:00 | Realização de Oficinas de Mini-cursos em salas do IE
17:00 as 18:00 | Apresentação de pôsteres no saguão do IL
19:00 | Atividade Cultural

25 de novembro (terça-feira)

SEMIEDU 2014
08:00 as 09:30 | Conferência com Paulo Speller (Ministério da Educação, Brasil)

I Colóquio Mato-grossense de Educomunicação
09:30 as 10:30 |
Mesa Redonda 6 – Práticas educomunicativas em MT
As práticas educomunicativas em Mato Grosso são concomitantes aos projetos desenvolvidos pelo Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP), uma vez que algumas delas contaram com o apoio do coordenador do Núcleo, professor Ismar de Oliveira Soares. São dois os projetos pioneiros em Mato Grosso. A Inspetoria Nossa Senhora da Paz, ligada à Equipe de Comunicação Social América (Ecosam), disseminou a Proposta de Educomunicação para a Família Salesiana – elaborada em 2000 com a assessoria do professor Ismar – e desenvolve inúmeros projetos e programas na área desde então. A Seduc hoje tem uma política pública que surgiu do projeto Educomradio.centro-oeste (2004-2008) que se desenvolveu através da parceria entre o NCE-ECA/USP, Governo Federal – através do MEC – e as Secretarias de Estado de Educação do MS, MT e GO. Dessa forma, trabalhou-se o conceito e os procedimentos da educomunicação nos espaços educativos, em escolas do ensino médio, da região Centro-Oeste no Brasil. O trabalho se caracterizou por meio da formação de um grupo de profissionais da educação para o uso da linguagem e da produção radiofônica no contexto escolar. Em 2008, tornou-se política pública através do programa Rádio Escola Independente da Secretaria de Educação de Mato Grosso – Seduc (Lei nº 8.889/08 de 10/06/2008). Atualmente, a Seduc concentra forças nessa área integrando o Programa Mais Educação – educação integral no contraturno escolar.
Hoje, sabe-se da existência de diversos projetos educomunicativos espalhados pelo Estado, dentre os quais aqueles da Unemat e UFMT que são desenvolvidos mediante extensão universitária.


Ismar de Oliveira Soares – ABPEducom, NCE-USP, ECA-USPPresidente da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom). Jornalista (Cásper Líbero), Doutor em Ciências da Comunicação (ECA/USP), pós-doutor pela Marquette University (USA). Professor Titular da ECA/USP, Fundou e coordena o NCE – Núcleo de Comunicações e Artes (USP). Coordena a Licenciatura em Educomunicação da ECA/USP. Esteve à frente da pesquisa que definiu e sistematizou, entre 1997 e 1998, o conceito da educomunicação, como um campo de intervenção social e de investigação acadêmica na interface comunicação/educação.

Marli Barboza da Silva – Unemat.

Mestre em Estudos Culturais (2009) e Bacharel em Comunicação social pela Universidade Federal de Mato Grosso (2001), com habilitação em Publicidade e Propaganda. Inicialmente, pesquisadora com financiamento da FAPEMAT na linha de Comunicação e Cultura, nas temáticas: mulher, cultura, comunicação e televisão. Supervisora de Estágio em Jornalismo na UNEMAT desde 2009, foi responsável pelo concepção da política interna de estágio em jornalismo da referida instituição acadêmica, atuou na abertura dos primeiros campos de estágio e na conscientização da comunidade e dos veículos de comunicação do entorno sobre a importância do estágio supervisionado e da profissão de jornalista para a sociedade. Membro do Colegiado de Curso de 2009 à 2011 e do Colegiado Regional em 2012. Atualmente ministra as disciplinas: Comunicação, Marketing e Empreendedorismo; Estágio Supervisionado II.

Luzia Abich – Seduc-MT.É Gerente da coordenadoria de projetos educativos da Seduc e coordena o Programa Mais Educação. Possui formação inicial em Letras pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT – 1997). Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT – 2005), linha de pesquisa Movimentos Sociais Política e Educação Popular. Professora efetiva na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso com vasta experiência na área de Educação Básica, com ênfase em Movimentos Sociais e Políticas Públicas, atuando principalmente nos temas politica educacional e gestão escolar. Foi conselheira do CEE/MT (2007-2011), diretora por dois mandatos de uma escola pública e atua no momento como gestora no órgão central.

Mediadora: Antonia Alves Pereira – Unemat, NCE-USP, ABPEducom

Mestre em Ciências da Comunicação (ECA/USP) na linha de pesquisa “Comunicação e Educação”. Especialista em Educação a Distância (Senac-RJ, 2008), Jornalista graduada em Comunicação Social (UFMT, 2000). Professora Assistente e pesquisadora na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Sócia fundadora da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom), e Diretora de Comunicação da ABPEducom. Pesquisadora colaboradora do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP). Uma das idealizadoras do Portal Educacional Aprendaki, do Blog.Aprendaki e EAD.Aprendaki. Experiência como designer instrucional, tutoria e autora (aututora) de cursos virtuais numa abordagem educomunicativa.11:00 as 12:00 | Criação do Núcleo Regional da ABPEducom em MT

SEMIEDU 2014
14:00 as 17:00 | Apresentação de Comunicação Oral nos Grupos de Trabalhos em salas de aula do IE, IL e ICHS
16:00 as 18:00 | Realização de Oficinas de Mini-cursos em salas do IE
17:00 as 18:00 | Apresentação de pôsteres no saguão do IL
17:00 as 19:00 | Lançamento de Livros no Centro Cultural da UFMT
19:00 | Atividade Cultural


26 de novembro (quarta-feira) – em Alto Araguaia-MT

19h – Palestra: Educomunicação a serviço do Jornalismo Participativo
Ismar de Oliveira Soares – ABPEducom, NCE-USP, ECA-USPSoares

20h – Lançamento da Revista Se Liga