Professor da UFMT que atua com educomunicação há quase 20 anos virá ao II Colóquio

conferencista_dielcio

 

Educomunicação, Ciência e Outros Saberes: um estudo do trabalho colaborativo e compartilhável em narrativas transmídias é o assunto que o professor Benedito Dielcio Moreira discutirá na mesa de abertura do II Colóquio Mato-grossense de Educomunicação, no dia 13 de junho. A discussão aborda temáticas como: interface, cultura da conexão, cultura participativa, o jovem e a informação e construção coletiva de saberes.

 

A pesquisa em curso parte da constatação de que o jovem está completamente imerso nas tecnologias digitais, tanto que faz parte de um pequeno artefato, para onde convergem todos os meios de comunicação e conteúdos, um companheiro inseparável. Assim, o projeto parte de um  um modelo colaborativo de compartilhamento de conteúdo presente nas mídias digitais para estudar este processo como ação de educomunicação e valorização da cultura científica, por meio de construções de narrativas transmídias.

 

Tem formação jornalística. É professor associado da Faculdade de Comunicação e Artes da Universidade Federal do Estado de Mato Grosso (UFMT) e atua com educomunicação desde 1998. Seus estudos de mestrado versaram sobre a relação entre jornais e jovens, no final da década de 1990 sob o título “Esqueceram de Mim, eles só pensam nos meus pais”, defendido em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo. Seu doutorado em Educação realizado na Universität Siegen, Alemanha, abordou  as andanças midiáticas dos jovens, sobretudo no universo digital com o tema: “Olhos de Voyeur e Dedos de Flaneur”.

 

Projetos educomunicativos mediados por alunos da graduação em Comunicação Social (UFMT) levaram o acesso às tecnologias e mídias a escolas rurais do Pantanal Mato-grossense: Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Nossa Senhora do Livramento. Foi isso que propôs o projeto “Tocando o Futuro: o mundo vivido e o mundo imaginado nas imagens feitas por crianças e jovens estudantes de áreas rurais”. Essa experiência Dielcio compartilhou no I Colóquio Mato-grossense de Educomnicação durante o SemiEdu 2014 ao discutir na mesa redonda “Educomunicação, Políticas públicas e ABPEducom”.

 


Tudo sobre o II Colóquio Mato-grossense de Educomunicação

Talvez você também goste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *